Quantcast
Estreamos com Exclusividade o Novo Vídeo do Odum, “All of Our Gods”

Banda lança single beneficente e faz uma dura crítica à brutalidade em nome da religião.

O Odum é uma banda pesadona de metal que, na contramão de vários expoentes do gênero, prefere focar sua mensagem e estética na propagação de ideias e de um pensamento positivo, ao invés de insuflar o discurso fatalista, desesperançoso, niilista e bad vibe com o qual comumente topamos por aí. Mas, diferentemente do que se possa supor, o Odum também não é uma banda que levanta a bandeira de uma ou outra religião. Inclusive, o novo vídeo dos caras, que estamos estreando exclusivamente nesta terça (16), levanta a questão de quanto sangue já foi e continua sendo derramado em nome de Deus. “All of Our Gods” argumenta contra a brutalidade que vem tomando de assalto a faixa de Gaza, e além de protestar contra essa matança descabida, eles rodaram também um mini-doc sobre o assunto e estão oferecendo toda a renda com a venda do single para a organização Save the Children, que dá suporte a crianças refugiadas de guerra.

Quem explica melhor essa proposta na entrevista a seguir é o baterista Gus Conde, que formou a banda em 2005 quando morava em Los Angeles, Estados Unidos. Atualmente, o grupo está radicado na cidade de Santos, litoral de São Paulo, onde segue trabalhando na finalização de seu terceiro álbum, e cumpre as datas de sua primeira turnê brasileira, a New Earth Tour. O ciclo de shows já passou por eventos como os festivais Araraquara Rock, Dia Municipal do Rock Santos, Semana do Rock Osasco, Santos Verão 2014, Virada Cultural Paulista 2013 e a Expomusic, entre outros. Além do Gus, a formação hoje conta com o vocalista Bio Silva, os guitarristas Tadeu Neto e Kyle Fernandes, e o baixista Pedro Castro.

Noisey: Falaí pra gente sobre a música escolhida para ser o lyric video da banda. Ela tem um significado especial no repertório de vocês?
Gus Conde: A música escolhida foi “All of Our Gods”, que está disponível para download gratuito nos canais oficiais do Odum na internet. Ela representa uma expressão sobre a religiosidade. Nós não pertencemos a nenhuma religião específica, mas gostamos de abordar alguns assuntos que achamos importante ressaltar para o público/ouvinte. Além do lyric video, nós criamos também um mini-doc para conscientizar as pessoas sobre o que está acontecendo na faixa de Gaza e como é possível ajudar. O Odum vai reverter 100% de toda a renda obtida com “All of Our Gods” para Savethechildren.org, que é uma organização que ajuda crianças refugiadas de guerra.

Qual é e de quem é o conceito do lyric video? Como ele foi editado? Tem alguma tecnologia específica na parada?
A concepção do vídeo vem da letra da música, que foi originalmente escrita por mim e pelo Kyle (Fernandes, guitarrista do Odum), mas na fase final de produção todos os membros colaboraram com ideias. Foi uma criação coletiva, que foi dirigida pelo cineasta Paulo Verdu Jr. O conceito é o que justamente queremos atingir com a letra. Conscientizar as pessoas de que religião não está na igreja, no templo ou no centro, assim como Deus, e sim dentro de cada um de nós. Como mencionado no mini-doc, o Deus de um é o Diabo do outro. Está na hora de vermos nossas coisas em comum. Muito mais sangue foi derramado em nome da religião do que por qualquer outra razão.

Vocês se basearam ou tiraram influência/inspiração de alguma outra obra do ponto de vista estético para o vídeo?
Não. Por usarmos a música e a campanha para uma causa maior, nós tivemos a intenção de fazer algo diferente. Não tenho conhecimento de outra banda fazendo a mesma coisa para a mesma causa. Além de conscientizarmos as pessoas sobre uma situação atual, que na minha opinião deveria ter mais atenção da mídia, nós também presenteamos os nossos fãs com o download do novo single de graça. Eu acho que uma guerra é quando duas partes brigam por alguma coisa, o que está acontecendo em Gaza vai além disso! É um genocídio, sem equipamentos, armas, força humana ou chance de defesa… É incrível como em pleno 2014, o mundo ainda ache “normal” uma brutalidade dessas em nome de religião e interesses geopolíticos. O que o Odum puder fazer para trazer conscientização para o maior número de pessoas, com certeza será feito!

Para quem não conhece a pegada de vocês, poderiam explicar a proposta da banda?
A proposta do Odum é levar conscientização por meio de nossa música. Os temas são bem variados, abordamos desde religião até nanotecnologia (ciência que projeta e desenvolve produtos e processos tecnológicos a partir de partículas minúsculas como os átomos). Porém, a mensagem predominante da banda é sobre estarmos conscientes de nossa própria consciência, sempre levando a ideia de forma positiva e inspiradora para as pessoas fazerem alguma coisa, por menor que seja, para tornar o mundo melhor.

Por que vocês se vestem de branco?
Respeitamos todas as crenças, mas acreditamos que a união, paz e respeito estão acima de qualquer religião. A cor branca representa a energia em forma pura, e a dispensa de qualquer tipo de rótulo, apenas por isso nos vestimos de branco em nossos shows.